Como pedir (e conseguir) um aumento de salário?

Funcionária aplicando técnicas de como pedir aumento de salário para o chefe

A maioria dos profissionais tem dificuldades na hora de pedir um aumento de salário. Enquanto muitos têm receio de receber uma resposta negativa do chefe, outros não sabem qual a melhor forma de tocar no assunto e acabam questionando se de fato merecem ter seus salários aumentados.

O fato é que esta é uma situação corriqueira no ambiente de trabalho e deve ser encarada com naturalidade. No entanto, esse pedido não pode surgir do nada: é necessário apresentar bons argumentos e que o profissional esteja bem preparado, com dados e outras informações, para embasar sua solicitação.

inscrição virada da semana

Dúvidas frequentes na hora de pedir um aumento de salário

Muitas pessoas não sabem como pedir um aumento de salário de forma adequada nem quais ferramentas e estratégias podem ser utilizadas. Pensando nisso, separamos as principais dúvidas sobre como encarar essa situação.

Posso alegar motivos pessoais para pedir um aumento?

Não. Mesmo que você esteja com orçamento apertado por conta de um problema pessoal, como falta de dinheiro para pagar dívidas ou cuidar de um familiar doente, esse tipo de argumento não deve ser utilizado na hora de negociar por um salário melhor.

O foco da sua argumentação deve ser sempre a empresa e como você pode apresentar resultados que a beneficie. As dificuldades pessoais enfrentadas pelos colaboradores não são problemas da companhia e não cabe a ela resolvê-los.

Além disso, não é prudente para a empresa criar esse tipo de precedente, uma vez que outros funcionários poderiam lançar mão de argumentos semelhantes para conseguir aumentos.

Sou funcionário antigo, posso alegar tempo de casa para solicitar um aumento?

Depende. Atualmente, a antiguidade dentro da empresa não reflete, necessariamente, em aumentos de salário. No entanto, se outros colaboradores do mesmo setor tiverem recebido um incremento ao longo do último ano, é válida a solicitação. Por outro lado, se ninguém foi agraciado com uma melhora no salário, dificilmente o tempo de casa fará alguma diferença.

Posso dizer que tenho proposta de outra empresa?

Sim, desde que seja verdade. Caso o interesse de outra companhia em contratá-lo seja concreto, é o caso de expor a situação ao seu chefe e passar o problema para as mãos da empresa. Eles sabem que sairia muito mais caro contratar, treinar e adaptar um novo funcionário do que conceder um aumento a alguém que já conhece o dia a dia da função.

Entretanto, jamais blefe ou use isso como forma de chantagem. O seu chefe pode se sentir chantageado ou, em um cenário ainda pior, descobrir que você está mentindo, o que pode trazer problemas para você.

Como posso abordar meu chefe e como iniciar uma conversa sobre o assunto?

A palavra aqui é profissionalismo. Sendo assim, o caminho a ser adotado é o da formalidade, marcando uma reunião pessoalmente com seu chefe. Jamais tente falar sobre aumento de salário durante a pausa do café ou durante algum evento.

Outro fator importante a ser levado em consideração é o momento do dia. Se seu chefe costuma estar de mau-humor pela manhã, marque uma conversa para tarde, e vice-versa.

Uma vez na reunião, vá direto ao assunto e exponha o que deseja, sem enrolações e conversa fiada “para amolecer” o chefe. Seja assertivo e educado, nunca apele para agressividade ou se faça de coitadinho. Lembre-se do que comentamos: mantenha sempre uma postura profissional.

4 dicas de como pedir um aumento de salário (e receber um “sim” como resposta)

1. Prepare bons argumentos

Como comentamos, um pedido de aumento de salário não pode surgir do nada. O funcionário que deseja solicitar uma melhora salarial deve se preparar com antecedência, juntando bons argumentos que demonstrem que merece um aumento – e não que precisa ou quer um – e que benefícios isso traria para a empresa.

Para isso, destaque sua experiência e, sempre que possível, apresente dados e exemplos que ressaltem seu bom desempenho e suas realizações. Nesse sentido, pesquise no mercado qual o salário médio de um profissional de cargo semelhante e em empresas do mesmo porte, demonstrando ao seu chefe quanto seus vencimentos estão defasados.

2. Faça uma autoavaliação

Dentro da estratégia de embasamento do pedido de aumento salarial, é preciso que o profissional avalie se realmente fez por merecer tal benefício. Para isso, reavalie seu desempenho e feitos dentro da empresa: revisite os feedbacks que tem recebido e veja se tem, de fato, cumprido as metas que lhe são estabelecidas.

O que a chefia espera em um funcionário que apresenta um pedido de aumento é que sua produtividade seja acima do que é exigido para a função que desempenha. Afinal de contas, nenhum colaborador com um desempenho simplesmente médio ou abaixo do esperado vai receber uma melhora salarial. Nesse sentido, jamais compare seu desempenho com de um colega, uma vez que isso demonstra oportunismo e pouco profissionalismo.

3. Saiba o momento certo

Timing é um fator importante para quem deseja ganhar um aumento de salário. É preciso escolher o momento mais pertinente para fazer o pedido. Isso vale tanto para sua própria situação dentro da empresa quanto para o momento que a organização está passando.

Em relação à sua situação, considere:

  • Você recebeu elogios ou feedbacks positivos recentemente? Recebeu alguma advertência ou puxão de orelha?
  • Você entregou algo além do esperado/exigido para a empresa?
  • Como está o seu salário em relação aos colegas que desempenham funções semelhantes?

Já em relação à empresa, é importante levar em consideração o momento financeiro pelo qual ela passa e qual a época mais adequada para pedir o aumento. Se a companhia está passando por um período de vacas magras, suas chances de receber um ‘não’ são bastante grandes. Por outro lado, se a empresa acaba de receber um grande aporte ou está se destacando no mercado, esse pode ser um bom momento para solicitar uma melhora.

Para isso, no entanto, procure descobrir em que época do ano é feita a previsão orçamentária da empresa. Se o orçamento para o próximo período é fechado em outubro, por exemplo, marcar uma reunião com o chefe para setembro pode ser um boa saída.

4. Não espere uma resposta imediata e saiba aceitar um ‘não’

Caso o chefe se mostre aberto a lhe conceder um aumento de salário, não espere uma resposta imediata. Tenha em mente que essa é uma decisão que não depende apenas dele e que você dificilmente sairá da reunião com a situação definida.

O tempo para uma resposta concreta geralmente não ultrapassa 15 dias. Caso nada aconteça nesse período, aborde o chefe em um momento adequado e pergunte se há alguma novidade ou quando vocês poderiam conversar a respeito novamente.

Agora, caso a resposta à sua solicitação seja negativa, mantenha a calma e agradeça. Antes de sair da sala, no entanto, educadamente peça um feedback e as justificativas da negativa, e questione o que você pode fazer para conquistar um salário melhor.

inscrição virada da semana

Gostou das nossas dicas? Para ficar por dentro das nossas novidades, eventos e publicações, não esqueça de curtir a nossa página no Facebook. Espero você por lá!

Deixe seu comentário

Resolva a conta abaixo para publicar seu comentário: *