Como reprogramar a mente para atingir os seus objetivos?

Você pode não se dar conta, mas seu maior inimigo está… dentro de você

É que nossa mente muitas vezes age de maneira sorrateira, atrapalhando o caminho para a felicidade e para as realizações pessoais: de forma inconsciente, nutrimos pensamentos, crenças e hábitos ruins que fazem com que sejamos vítimas de nós mesmos. Esse é o processo que chamamos de autossabotagem.

A autossabotagem acontece longe dos nossos olhos, de um jeito sutil e disfarçado. Nem sempre conseguimos perceber sozinhos de que o verdadeiro culpado por trás de alguns percalços que passamos na vida somos nós mesmos, quando criamos resistências mentais que estagnam e impedem nosso desenvolvimento profissional e pessoal.

E, apesar de todas as pessoas estarem sujeitas a se autossabotarem, felizmente é possível dar um basta nessa situação. Para isso, é preciso entender como reprogramar a mente e mudar os nossos comportamentos, já que, com a reprogramação mental, conseguimos alcançar o sucesso pretendido, atingir metas, desenvolver habilidades e cultivar padrões positivos.

inscrição virada da semana

Como são criados nossos hábitos e crenças

Nossa trajetória na vida é a responsável por moldar hábitos e crenças, que podem tanto ter influências positivas como representarem obstáculos, uma vez que situações e repetições do cotidiano condicionam o cérebro, sem que tenhamos pleno controle ou consciência desse processo.

Tome como exemplo o horário em que você acorda.

Ao nos habituarmos, durante semanas ou meses, a acordar sempre na mesma hora para trabalhar – ainda que com ajuda do despertador! –, passamos a acordar involuntariamente naquele horário, inclusive aos fins de semana. Isso porque nosso cérebro foi programado para criar aquele hábito, como resultado da recorrência no dia a dia.

Da mesma forma, assimilamos também alguns pensamentos não tão inofensivos, que afetam nossa postura. É o caso das crenças limitantes, que nada mais são que uma visão distorcida da realidade. Elas fazem com que pensemos que não somos bons o suficiente, dignos de algum mérito ou merecedores de vitórias.

As crenças limitantes podem surgir de alguma experiência negativa, traumática ou também de um contexto de múltiplas ocasiões. Uma crítica feita de maneira inapropriada, uma traição ou uma infância difícil são alguns cenários que ocasionam o desenvolvimento de crenças limitantes, hábitos e pensamentos negativos.

Parece contraditório que todos busquem a felicidade mas desenvolvam internamente empecilhos para que ela seja alcançada, não é mesmo? Vem daí a importância de descobrir como reprogramar a mente, para que as associações feitas pelo cérebro a determinadas situações e informações não criem justamente tais hábitos e crenças de autossabotagem.

 

Como identificar a autossabotagem?

A autossabotagem está evidente em algumas atitudes – ou até na falta delas, como deixar de tomar iniciativas que podem ter resultados positivos por receio da responsabilidade.

O medo, aliás, é um estado de autossabotagem, embora não pareça.

Ele pode prevenir contra comportamentos imprudentes, mas também pode ser limitador. Isso vale principalmente para os casos em que a pessoa sente medo de arriscar ou mudar sem qualquer motivo aparentemente justificável, apenas com base naquilo que a mente dela criou como autossabotagem.

A procrastinação é outra inimiga do desenvolvimento pessoal.

Se ela já virou um hábito, então é hora de reprogramar a mente para eliminar a possibilidade dessa armadilha – adiar afazeres, não se organizar e deixar de definir metas são formas de colocar a si mesmo para trás. Ela pode estar ligada à falta de motivação, outro problema comumente enfrentado por pessoas que se sabotam.

Questões como essas podem resultar em baixa autoestima, que também é uma forma de autossabotagem. Neste caso, é preciso trabalhar bastante no autoconhecimento para superar a falta de amor próprio.

Você consegue identificar um cenário onde deixou de agir ou de tentar por alguma limitação da sua própria cabeça? Tem atraído problemas, situações ruins, pessoas negativas ou outros tipos de prejuízo? Costumamos atrair aquilo que somos, praticamos e emanamos, então se questões negativas têm rodeado a sua vida, é hora de colocar em prática as formas de reprogramar a mente e superar esse inimigo oculto e interno.

 

Como é possível reprogramar a mente e atingir objetivos?

 

Raciocínio positivo

Substitua as frases de cunho negativo por outras que sejam motivadoras: nada de “eu não consigo”, “eu não posso”, “eu não sou capaz”. Mentalize afirmações positivas e procure adotar um sentimento bom durante a técnica.

Como falei há pouco, atraímos o que transmitimos, então nada de mentalizar pensamentos otimistas com sentimentos que não sejam leves. Seja claro e positivo nos seus objetivos!

 

Identifique seus padrões mentais

Para saber como reprogramar a mente, é preciso ir até a raiz dos problemas.

Os padrões mentais são o início de todo o processo que resulta nas nossas ações – eles que vão originar os pensamentos, as emoções e, por fim, as atitudes. Nossos pensamentos, por sua vez, são representações que criamos com base na memória, na linguagem e nas impressões que temos do mundo de forma geral.

A psicologia cognitiva pode ser altamente esclarecedora para quem está procurando reprogramar a mente. Por isso, procure voltar até o ponto de partida para conseguir mudar os pensamentos e as ações e entenda as associações feitas mentalmente para quebrar aquelas que não funcionam para sua evolução.

 

Programação Neurolinguística

Desenvolvida na Califórnia nos anos 70, a PNL, como é chamada a Programação Neurolinguística, possibilita um conhecimento mais aprofundado dos nossos modelos mentais.

Através das eficientes ferramentas da PNL, conseguimos adaptar o cérebro para os modelos comportamentais apropriados, tratando questões como insegurança, ansiedade, timidez e outras dificuldades.

 

Dedique-se a bons hábitos

Lembra quando falamos mais cedo que nossa mente se acostuma aos hábitos?

Trate de investir em hábitos que sejam bons e saudáveis, como ter uma alimentação balanceada, praticar exercícios físicos e hobbies, meditar e ler, que irão lhe ajudar a reprogramar a mente para atingir seus objetivos, já que, ao cercar-se de atitudes positivas, fica mais fácil fortalecer a autoestima, a confiança em si mesmo e potencializar seu trajeto até as realizações.

O coaching, por exemplo, é uma ótimo forma de trabalhar a reprogramação da mente, com o auxílio de um profissional adequado para dar o suporte durante essa jornada de libertação. Por isso, quero lhe convidar a conhecer meu programa de Life Coaching Ione Cortese, que irá lhe ajudar a ficar por dentro desse processo e a eliminar as barreiras do seu caminho.

 

Link extra:

https://exame.abril.com.br/estilo-de-vida/autossabotagem-o-medo-de-ser-feliz/

https://www.pnl.com.br/programacao-neurolinguistica/o-que-e-pnl-/entenda-o-que-e-a-programacao-neurolinguistica

 

Deixe seu comentário

Resolva a conta abaixo para publicar seu comentário: *