Como se autoconhecer? Confira 15 exercícios que irão ajudá-lo!

A realização pessoal ou profissional é uma de suas metas? Então você deve tornar o autoconhecimento a sua prioridade para ontem!

É que é só através do autoconhecimento que identificamos nossos padrões de comportamento, hábitos e pontos fortes e fracos. Com essa habilidade em mãos, é possível transformar e melhorar a tomada de decisões e ter respostas comportamentais mais eficientes.

O processo começa internamente, mas seus benefícios são sentidos no exterior.

Tanto que as empresas hoje em dia já valorizam pessoas que se preocupam em aprender como se autoconhecer, já que elas podem agregar muito ao ambiente de trabalho; afinal, entre outras coisas, o profissional que se conhece bem consegue ter um convívio mais harmonioso com outros indivíduos e reações equilibradas. O equilíbrio, aliás, é sentido em todas as esferas da vida da pessoa que se autoconhece.

Se você ainda não está convencido da importância do autoconhecimento na sua vida, tenho mais alguns motivos que com certeza irão de convencer!

Além de ajudar profissionalmente, a consciência sobre si mesmo fortalece a autoestima e torna a vida mais saudável; hábitos ruins, pensamentos destrutivos e comportamentos adversos são por ela amenizados; o que já temos de bom é por ela desenvolvido para se tornar mais intenso e poderoso e, uma vez que nossos sentimentos negativos perdem a vez, nossas vidas pessoal e profissional também são favorecidas.  Ufa!

inscrição virada da semana

Exercícios para se autoconhecer

Agora que já sabemos melhor a importância de estudar como se autoconhecer, precisamos entender que isso é possível a partir de três níveis: pensamento (desenvolvimento mental), expressão (exercícios feitos para analisar e trabalhar as expressões de crenças, valores e atitudes) e implementação (aplicações na vida e no mundo para concretizar as metas traçadas nas etapas anteriores).

Então vamos conferir abaixo 15 exercícios para desenvolver o autoconhecimento:

 

1 – Questione-se

Fazer uma série de perguntas a si mesmo vai lhe ajudar a ter clareza. E, aqui, vale questionar absolutamente tudo.

Quais são os seus objetivos? O que lhe motiva? Qual é o seu propósito de vida? Além disso, se pergunte também o que lhe fortalece e enfraquece, quais seus gostos e tudo que diga respeito à sua personalidade.

 

2 – Reflita sobre suas crenças e valores

Todo mundo cultiva crenças e valores próprios ao longo da vida, mas, enquanto alguns são positivos e motivadores, outros podem ser danosos ao crescimento, como as crenças limitantes. Por isso, descubra quais são suas crenças e valores e observe se eles têm sido benéficos para a sua vida. Não são? Trate de eliminá-los!

 

3 – Saiba dizer não

Ser gentil é bom, mas ignorar as próprias vontades em prol dos outros é uma atitude que pode ser muito prejudicial para você quando toma uma proporção exagerada. Então… aprenda a dizer “não” para as pessoas!

 

4- Assuma sua responsabilidade e seus erros

Errar é ruim (e humano). Não assumir que errou e não aprender com os desacertos que cometemos é o grande problema. Então tenha ciência das suas responsabilidades, falhas e erros e humildade para reconhecê-los. Faça a crítica a você mesmo e analise de que forma você pode melhorar, sempre!

 

5 – Peça feedback

Tomar essa iniciativa pode ser difícil para pessoas inseguras demais (ou de menos…), que têm medo de ouvir críticas sobre si mesmas. Mas receber comentários construtivos é fundamental para a sua evolução e para que você descubra pontos sobre si mesmo que talvez não consiga enxergar sozinho, por mais que trabalhe seu autoconhecimento.

 

6 – Faça uma autoavaliação

A opinião dos outros pode ser de grande ajuda, mas a autoconsciência é ainda mais importante. Reflita diariamente sobre seu dia antes de dormir, incluindo aí os pontos que lhe incomodaram e que precisam ser mudados, os progressos que foram feitos e as suas metas diárias.

 

7 – Escreva listas

Colocar as coisas no papel ajuda a ampliar a sua percepção. Liste tudo que julgar interessante: o que lhe faz feliz, seus sonhos, suas qualidades, seus defeitos, seus objetivos, o que faz com que você se sinta grato, suas crenças, seus valores…

 

8 – Trabalhe a gratidão

Listar aquilo pelo qual você é grato já é um bom início. Mas que tal trabalhar a gratidão também fora do papel? Em vez de ficar se lamentando pelo que não possui, exerça a gratidão pelas conquistas, talentos e coisas simples, pelas quais várias vezes não damos o devido valor.

 

9 – Explore algo novo

Esteja aberto a tentar algo novo. Lidar com eventos diferentes ajuda quem está descobrindo como se autoconhecer, pois faz com que a pessoa perceba se gosta ou não da novidade. Além disso, contribui para uma melhor aceitação de mudanças, necessárias ao longo de toda a vida.

 

10 – Dê um tempo

Na correria do dia a dia, também precisamos achar um momento para desacelerar! Então tire um tempo para si mesmo e faça de você a sua prioridade. Desconecte-se da tecnologia, leia um livro, faça ioga, medite, coloque a saúde em dia e cuide de si.

 

11 – Medite

A meditação, que eu citei acima, é na verdade tão boa como forma de autoconhecimento que merece um tópico só dela. Além de promover uma vida harmoniosa, a prática traz momentos de reflexão profunda, já que você precisa desviar o foco das distrações. Comece com sessões menores e vá aumentando, concentrando-se no seu interior e na sua respiração.

 

12 – Aceite mudar de opinião

Não aceitar mudar de opinião é sinal de imaturidade e intransigência. Manter-se aberto às mudanças, por outro lado, é um indicativo de evolução e mostra que você refletiu e aceitou se libertar de ideias e conceitos velhos e até ultrapassados. Qual desses caminhos você quer seguir?

 

13 – Tenhas reações racionais

Parece mais fácil falar do que fazer, né? Mas esse é um benefício do autoconhecimento: conseguir ter reações ponderadas e racionais. Antes de reagir mal diante de determinadas situações que causem raiva ou frustração, procure respirar fundo. Nada de descontrole!

 

14 – Aperfeiçoe sua linguagem corporal

A nossa linguagem corporal transmite muito de como estamos nos sentindo. Então uma boa forma de trabalhar o interior é cuidar de como fazemos essa comunicação. Atente-se à sua postura para emanar mais confiança, gesticule com as mãos enquanto desenvolve seus pensamentos para atrair o ouvinte e grave vídeos de você mesmo para identificar o que pode melhorar nesse sentido.

 

15 – Organize-se

Repasse por escrito todas as suas tarefas e pendências e estabeleça quais delas são as suas prioridades. Seu tempo é precioso, então procure otimizá-lo! Organização é um bom indicativo de uma pessoa que conhece o valor de uma vida equilibrada.

Como vimos acima, o autoconhecimento é uma das mais intensas ferramentas de realização e de melhoria de vida. Quem já foi buscou aprender como se autoconhecer tem muito mais facilidade para definir objetivos e conquistá-los.

E, nesse sentido, uma boa pedida para quem está querendo desenvolver o autoconhecimento é contar com a ajuda profissional de um coaching. Então, se você se interessa pelo assunto, recomendo que conheça meu programa de Life Coaching – Ione Cortese e deixe o processo de autoconhecimento ainda mais poderoso.

One thought on Como se autoconhecer? Confira 15 exercícios que irão ajudá-lo!

  1. Boa tarde!
    Muita gratidão por tudo conhecimento que passa cada dia mais e mais, só tenho agradecer pois hoje sou nova pessoa graça seus ensinamento e dedicação e nos mostrar nosso valor.

Deixe seu comentário

Resolva a conta abaixo para publicar seu comentário: *